segunda-feira, 25 de abril de 2016

O nosso 25 de Abril foi a 26

Ruínas do Quartel em Mandimba
"Na 5ª feira do dia 25 de Abril de 1974 continuámos o caminho pela linha do caminho de ferro [Belém - Catur] a fim de detectar uma possível travessia do inimigo [Frelimo], mas as buscas foram infrutíferas. É de salientar a atitude do 1º cabo nº 1183/72, pela maneira como respondeu, fortemente, de pé, ao fogo do sentinela inimigo, afirmando ele que lhe atirou 3 tiros, relativamente perto, e que pelo menos um dos projécteis atingiu essa sentinela inimiga," 
(extracto do relatório da operação de Juma a Namicoio Velho)
Ver mais em:  http://psicola4242.blogspot.pt/search?q=o+nosso+25+abril
In História da C. Caç. 4242

terça-feira, 19 de abril de 2016

Chineses ou Vietnamitas?

01MAR1974 
Um elemento feminino pertencente à povoação de Munhehere, raptado por um Grupo Inimigo em 27 FEV1974, conseguiu fugir. Informou NT [Nossas Tropas] do Destacamento de Belém que o referido Grupo IN era constituído por 50 elementos, na maioria armados e enquadrados por 4 elementos Chineses, vindos da zona do rio Lugenda, região coordenadas (1352.3606). Seguiram em direcção ao monte Mecongo, coordenadas (1356.3551), dirigindo-se para norte, tendo atravessado o rio Luchimua, coordenadas (1349,5.3551). Todos os elementos estavam fardados de verde, inclusivé os carregadores que transportavam material.”
In Historia da Companhia
CAÇ 4242 – Xeque Mate

terça-feira, 5 de abril de 2016

Extracto do Relatório da Companhia


Extracto da história da C CAÇ 4242 - 28JAN74 - EXECUÇÃO
a) Deslocamento auto até povoação MUNHEHERE.
Juntamente com 3 milícias e Chefe Munhehere iniciou-se a perseguição por rasto do grupo IN que no dia 24 tinha flagelado a povoação de Munhehere.
Encontrado o rasto do GR IN, seguiram-no.
Em 26 JAN1974 foi detectada por A. Imane, soldado deste GE, mina A/P PMD6, sendo em seguida neutralizada pelo comandante da força.
Iniciando de novo a marcha a corta mato, A. Rentino, soldado enfermeiro da força, accionou um engenho explosivo causando-lhe ferimentos graves e num milícia e ferimentos não graves no soldado A. Imane.
Foi pedida evacuação e por falta de meios para comunicação terra-ar, devido ao Rádio AVP1 estar avariado, foram transportados os feridos até à povoação de Munhehere.
Pelas 16,15 h foi feita a evacuação via Hélio.
OBTIDOS:
b) Neutralização de uma mina A/P PMD6.
SOFRIDOS:
4 feridos, sendo 2 graves - Soldado A. Rentino, ferido gravemente; A. Imane, ferido não grave; Fur Mil. Milton Mota, ferido ligeiro e 1 milícia da povoação do Munhehere, ferido grave.
À excepção do Fur Mil MOTA, foram evacuados todos os feridos para a 1ª Enf Mil Reg”