terça-feira, 22 de janeiro de 2013

CATUR

(…) As pegadas encontradas evidenciavam que um grupo inimigo de cerca de 20 elementos, ao proceder ao ataque, se havia colocado paralelamente à via férrea. Findo o patrulhamento e depois de normalizar a situação, o comboio prosseguiu para o Catur levando nova escolta.
Resultados obtidos: fogo de reconhecimento dado pelas nossas tropas parece não ter atingido o inimigo mas, provavelmente, evitou que este atacasse o comboio após o ter sabotado.
Resultados sofridos: a) 4 militares feridos sem gravidade aparente. Estes foram evacuados para a enfermaria do sector “A”;b) destruição parcial de 5 carruagens do caminho-de-ferro.
Fonte: História oficial da C. Caç. 4242, pag. 33

CLICA NO LINK ABAIXO, COM SEGURANÇA, e vê algumas imagens atuais de MANDIMBA
http://www.panoramio.com/photo/15635251
 

3 comentários:

Manuel Costa disse...

CATUR FOI O LUGAR PARA ONDE A MINHA COMPANHIA FOI TRANSFERIDA,VINDA DE TEN VALADIM,EM 1967 E ONDE DEIXÁMOS MUITAS VIDAS E DE ONDE TROUXEMOS MUITOS FERIDOS.---NO 1º DIA QUE CHEGUEI AO CATUR,NEM TIVE DE CONHECER O QUARTEL,POIS TIVE QUE REGRESSAR Á PICADA COM UM PELOTÃO LEVANTAR UMA MINA QUE ALGUEM VIU COLOCAR,.--DE REGRESSO Á ESTAÇÃO,ACABAVA DE CHEGAR O COMBOIO COM MAIS HOMENS DO BATALHÃO QUE NOS VEIO RENDER,BAT.1918 E LOGO EU SOU SOU ENGATADO PARA FAZER O SEU TRANSPORTE.--NÃO FUI ATÉ VALADIM ,MAS FUI A NOVA VISEU.--ESTA VIAGEM FOI ATRIBULADA PARA MIM POIS CHEGUEI A ANDAR SÓSINHO NO MATO ABANDONADO DURANTE MUITOS QUILÓMETROS E TEMI MUITO PELA MINHA VIDA,POIS O PELOTÃO QUE ME DEVIA DAR PROTEÇÃO ENTENDEU QUE DEVIA PÔR O PÉ NO ACELARADOR E TOCA A ANDAR.--FELIZMENTE QUE A SORTE NESSE DIA ESTEVE DO MEU LADO E CHEGUEI COM VIDA A V- CABRAL.--É ENTÃO QUE DE SEGUIDA VOU CONHECER O MEU NOVO QUARTEL..(CATUR)AQUI SOFRI UMA DESILUSÃO.--QUARTEL NÃO EXISTIA,ERA UM DESCAMPADO E OS MEUS COLEGAS A DORMIR EM TENDAS DE CAMPANHA,COMO EU TIVE QUE GRAMAR.--POSTERIORMENTE ESTAVA-MOS A CONSTRUIR O 1ºQUARTEL,QUE DEPOIS VEIO A SER MUITO REMODELADO.--AQUI PASSÁMOS MUITO POUCO TEMPO,POIS FELIZMENTE FOMOS TRANSFERIDOS PARA V.PERY E AQUI SIM TIVEMOS UM BOM SOSSEGO.--DE CATUR,´SO 2 RECORDAÇOES,FOME NO QUARTEL E BARRIGA CHEIA NA CARRUAGEM RESTAURANTE DO COMBOIO---CAMARÃO E LAURENTINA,ATÉ ESGOTAR O STOKC DA COSINHA.--A TODOS QUANTOS A SEGUIR A MIM PASSARAM POR ESTE QUARTEL. UM ABRAÇO..MANUEL COSTA,CCS,BAT 1889.1966 A 1968

Manuel Costa disse...

CATUR FOI O LUGAR PARA ONDE A MINHA COMPANHIA FOI TRANSFERIDA,VINDA DE TEN VALADIM,EM 1967 E ONDE DEIXÁMOS MUITAS VIDAS E DE ONDE TROUXEMOS MUITOS FERIDOS.---NO 1º DIA QUE CHEGUEI AO CATUR,NEM TIVE DE CONHECER O QUARTEL,POIS TIVE QUE REGRESSAR Á PICADA COM UM PELOTÃO LEVANTAR UMA MINA QUE ALGUEM VIU COLOCAR,.--DE REGRESSO Á ESTAÇÃO,ACABAVA DE CHEGAR O COMBOIO COM MAIS HOMENS DO BATALHÃO QUE NOS VEIO RENDER,BAT.1918 E LOGO EU SOU SOU ENGATADO PARA FAZER O SEU TRANSPORTE.--NÃO FUI ATÉ VALADIM ,MAS FUI A NOVA VISEU.--ESTA VIAGEM FOI ATRIBULADA PARA MIM POIS CHEGUEI A ANDAR SÓSINHO NO MATO ABANDONADO DURANTE MUITOS QUILÓMETROS E TEMI MUITO PELA MINHA VIDA,POIS O PELOTÃO QUE ME DEVIA DAR PROTEÇÃO ENTENDEU QUE DEVIA PÔR O PÉ NO ACELARADOR E TOCA A ANDAR.--FELIZMENTE QUE A SORTE NESSE DIA ESTEVE DO MEU LADO E CHEGUEI COM VIDA A V- CABRAL.--É ENTÃO QUE DE SEGUIDA VOU CONHECER O MEU NOVO QUARTEL..(CATUR)AQUI SOFRI UMA DESILUSÃO.--QUARTEL NÃO EXISTIA,ERA UM DESCAMPADO E OS MEUS COLEGAS A DORMIR EM TENDAS DE CAMPANHA,COMO EU TIVE QUE GRAMAR.--POSTERIORMENTE ESTAVA-MOS A CONSTRUIR O 1ºQUARTEL,QUE DEPOIS VEIO A SER MUITO REMODELADO.--AQUI PASSÁMOS MUITO POUCO TEMPO,POIS FELIZMENTE FOMOS TRANSFERIDOS PARA V.PERY E AQUI SIM TIVEMOS UM BOM SOSSEGO.--DE CATUR,´SO 2 RECORDAÇOES,FOME NO QUARTEL E BARRIGA CHEIA NA CARRUAGEM RESTAURANTE DO COMBOIO---CAMARÃO E LAURENTINA,ATÉ ESGOTAR O STOKC DA COSINHA.--A TODOS QUANTOS A SEGUIR A MIM PASSARAM POR ESTE QUARTEL. UM ABRAÇO..MANUEL COSTA,CCS,BAT 1889.1966 A 1968

Manuel Costa disse...

CATUR FOI O LUGAR PARA ONDE A MINHA COMPANHIA FOI TRANSFERIDA,VINDA DE TEN VALADIM,EM 1967 E ONDE DEIXÁMOS MUITAS VIDAS E DE ONDE TROUXEMOS MUITOS FERIDOS.---NO 1º DIA QUE CHEGUEI AO CATUR,NEM TIVE DE CONHECER O QUARTEL,POIS TIVE QUE REGRESSAR Á PICADA COM UM PELOTÃO LEVANTAR UMA MINA QUE ALGUEM VIU COLOCAR,.--DE REGRESSO Á ESTAÇÃO,ACABAVA DE CHEGAR O COMBOIO COM MAIS HOMENS DO BATALHÃO QUE NOS VEIO RENDER,BAT.1918 E LOGO EU SOU SOU ENGATADO PARA FAZER O SEU TRANSPORTE.--NÃO FUI ATÉ VALADIM ,MAS FUI A NOVA VISEU.--ESTA VIAGEM FOI ATRIBULADA PARA MIM POIS CHEGUEI A ANDAR SÓSINHO NO MATO ABANDONADO DURANTE MUITOS QUILÓMETROS E TEMI MUITO PELA MINHA VIDA,POIS O PELOTÃO QUE ME DEVIA DAR PROTEÇÃO ENTENDEU QUE DEVIA PÔR O PÉ NO ACELARADOR E TOCA A ANDAR.--FELIZMENTE QUE A SORTE NESSE DIA ESTEVE DO MEU LADO E CHEGUEI COM VIDA A V- CABRAL.--É ENTÃO QUE DE SEGUIDA VOU CONHECER O MEU NOVO QUARTEL..(CATUR)AQUI SOFRI UMA DESILUSÃO.--QUARTEL NÃO EXISTIA,ERA UM DESCAMPADO E OS MEUS COLEGAS A DORMIR EM TENDAS DE CAMPANHA,COMO EU TIVE QUE GRAMAR.--POSTERIORMENTE ESTAVA-MOS A CONSTRUIR O 1ºQUARTEL,QUE DEPOIS VEIO A SER MUITO REMODELADO.--AQUI PASSÁMOS MUITO POUCO TEMPO,POIS FELIZMENTE FOMOS TRANSFERIDOS PARA V.PERY E AQUI SIM TIVEMOS UM BOM SOSSEGO.--DE CATUR,´SO 2 RECORDAÇOES,FOME NO QUARTEL E BARRIGA CHEIA NA CARRUAGEM RESTAURANTE DO COMBOIO---CAMARÃO E LAURENTINA,ATÉ ESGOTAR O STOKC DA COSINHA.--A TODOS QUANTOS A SEGUIR A MIM PASSARAM POR ESTE QUARTEL. UM ABRAÇO..MANUEL COSTA,CCS,BAT 1889.1966 A 1968