sábado, 15 de abril de 2017

Hoje é dia de festa na aldeia


Fui convidado por um chefe duma povoação [Mepuína] para uma festa que durou todo o santo dia. Professam a religião muçulmana e celebram o início de um novo ano. Tudo começa com uma cerimónia numa espécie de capela. Seguidamente formam dois grupos: homens de um lado e mulheres do outro. Começa então a dança ritual que consiste em gestos e movimentos em roda. Os excessos deste tipo de festas terminam com a alegria e êxtase provocado pela “cabanga” – uma espécie de aguardente.
Diário de um militar da C. Caç. 4242

Sem comentários: